sexta-feira, 2 de julho de 2010

Pel Caç Nat 60 Guiné 68/74-P 78: Sempre fui vaguemestre c/ umas interrupções: Sedengal e Ingoré




Mensagem do Ex Fur Mil João Manuel Félix, CCAV. 2539 S.Domingos 69/71.

Com data de 22-06-2010:


Sempre fui vaguemestre c/ umas interrupções: Sedengal e Ingoré enquanto
aguardava transferência.
Estava ameaçado/condenado desde o IAO. E a Razão de (não) dar comida às
crianças junto do arame farpado , tendo como consequência reduzir as
quantidades das ementas, ordem que não cumpri, serviu de pretexto ao Sr.Capitão Correia
para dar satisfação ao seu desejo.
Em Guidage, por vontade própria, até saí para o Pelotão de Balantas e ida a
operação a Samboiá, desarmado, fazer fotos.
Não gostei e regressei e criei o posto de Vaguemestre2 pois a situação de
Compª. e Destacamento de BINTA, assim exigia.
Acrescento que cumpri 744 dias "dela" ; não tive qualquer problema
disciplinar com a Alimentação.
O camarada que rendi em Guidage, +velho que eu, teve Auto levantado; viveu
com a mulher em Bissau porque só pode regressar em 1972 com 10 dias de
detenção e quase 4 anos de Guiné.
E só dei um tiro, na Guiné, com aquela Mauser, de mira telescópica,
capturada, que estava no Quaresma.
E matei... a cabra do cipaio que tinha transposto o arame farpado.
Matei, paguei, não comi e subi na escala de consideração (negativa) do Sr.
Cap. Correia tendo, ipso facto, aumentado o contributo para ser transferido. Se
calhar até era o que eu desejava: aquilo lá em S.D. não era vida p'ra mim.
E mais não disse....
jmfélixdias ex-Vaguemestre da CCAV.2539 (S. Domingos) e C.CAÇ.3
(Binta/Guidage) 212316862 alcochete

Nota de M. Seleiro:

Permitam-me dizer alguma coisa sobre este texto.
Tem muito de simplicidade, Humanismo quando este homem dava comida as crianças de S.Domingos.
Por isso o comandante da sua conpanhia, lhe perguntou:
Se sobra tanta comida, porque não cortas na alimentação dos soldados...
Resoltou que o Félix foi castigado, sendo transferido para Binta/Guidage, cerca de 12 mêses.

_